INVESTIMENTOS DA TOYOTA E SCANIA REPRESENTAM APOSTA NA RETOMADA DO CRESCIMENTO

Posted on Posted in Política Automotiva, Política Industrial

Jefferson José da Conceição (jeffdacsenior@gmail.com)


Já dissemos que o ajuste fiscal nos reserva preocupações quanto ao seu impacto sobre o investimento, o consumo, a produção e o emprego. Esperamos que a retração da atividade econômica seja rápida e a economia retome taxas vigorosas de crescimento. Neste quadro, duas movimentações recentes devem ser destacadas porque representam compromisso com o Brasil e apostas nas boas perspectivas de longo prazo do País.


A primeira refere-se ao “renascimento” da fábrica da Toyota em São Bernardo do Campo (SBC). Presente no município desde 1962, quando constituiu a primeira unidade de fabricação fora do Japão, a Toyota viveu momentos gloriosos com a produção do jipe Bandeirante. Nas ultimas duas décadas, porém, a empresa iniciou processo de desconcentração, com a constituição da fábrica de Indaiatuba (produção do Corolla) em 1990; do Centro de Distribuição em Guaíba (RS) em 2005; da fábrica sustentável em Sorocaba em 2012; e do lançamento da pedra fundamental em Porto Feliz (SP), para a produção de motores para o Etius e o Corolla em 2014. Neste período, a fábrica de SBC viveu certo esvaziamento, deixando inclusive, a partir de 2001, de produzir veículos e se concentrando apenas em peças.


A empresa aposta em um projeto ambicioso, com base em novo carro tecnologicamente avançado. Sua primeira ação foi a transferência da sede administrativa, de São Paulo para SBC, incluindo a constituição de um centro de treinamento para funcionários, fornecedores e concessionários. SBC será ainda a base de testes para novas tecnologias e motores, com a criação de um Centro de Tecnologia e Engenharia Automotiva. O novo carro, que também tem metas de exportação, demandará linhas de montagem na fábrica de SBC. Acreditamos que as pendencias de regulamentação de política industrial federal e estadual deverão ser superadas.


A segunda trata-se da recente Inauguração pela Scania do Brasil, situada também em SBC, da nova unidade de pintura de cabines de caminhões, que ampliará a capacidade de produção e modernizará o processo. Com investimentos de R$ 96 milhões, a nova unidade de pintura, chamada de “top coat”, é atualizada com os padrões mais avançados. Ela proporcionará menor geração de resíduos, maior eficiência no processo e melhor ergonomia para os trabalhadores. Outros investimentos, como o de um moderno laboratório de desenvolvimento, também vêm sendo realizados.


Foi importante também a parceria realizada entre a Prefeitura, sob a gestão do Prefeito Luiz Marinho, e a SCANIA, que resultou em operação de permuta de áreas, que viabilizou os investimentos da empresa. Outra obra da Prefeitura que deve contribuir diretamente para a melhoria de competitividade da empresa é a construção do corredor leste-oeste.


O Prefeito Luiz Marinho e o Presidente do Sindicato dos Metalúrgicos do ABC, Rafael Marques estiveram jutos em audiência com o Ministro do Desenvolvimento, em março, para tratar da conjuntura do setor automotivo. Além de manifestarem preocupações com o baixo nível de atividade, ambos reivindicaram a continuidade e aprofundamento do INOVAUTO; a importância dos incentivos para a geração de veículos que representem novas tecnologias para o País; a crença no Programa de renovação de frota de caminhões; a urgência da fixação de regras claras para o FINAME do BNDES; a validade de um forte Programa de apoio à Exportação; a defesa do emprego no setor.


Jefferson José da Conceição é Secretário de Desenvolvimento Econômico, Trabalho e Turismo de São Bernardo do Campo.


Artigo publicado no ABCDMaior, em 3/4/2015.

Posts Relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *